Início > Artigos Raffa Cabo Frio > 3 NÍVEIS DA DIETA DO RAFFA CABO FRIO ( ATUALIZADO 3.0 )  -  R$ 0,00    

 

Boa noite galera. Blz? Hoje vou passar pra vcs a minha dieta mais nova do meu último preparo para o MR PETROPOLIS 2014. Dieta eh algo muito dinâmico, muda muito de pessoa pra pessoa. Inclusive no meu próximo preparo possivelmente será uma dieta diferente. Então eh apenas uma base blz? Consulte sempre um nutricionista e blah blah blah...
 
Eu divido a dieta em 3 níveis. Começa fácil e depois vai ficando difícil. Não tem tempo estipulado para avançar de nível. Tudo depende da resposta do corpo. Se o corpo não responde mais é hora de avançar um nível. Avançar de nível eh estressante. Sempre antes de avançar eu faço um dia do lixo. Isso me ajuda minha mente a encarar a pedreira que vem pela frente.
 
ATUALIZAÇÕES:
*** Como eu treino a noite, fiz a refeição 4 roubar um pouco da refeição 3. Dessa forma eu ao mesmo tempo mantenho o saldo energético do dia e tenho mais disposição pra treinar. O treino rende mais.

*** Seguindo sugestão de alguns amigos atletas, aumentei a quantidade de proteína nas refeições #02 e #05. 
 
 
Minhas opções de CARB: arroz integral, arroz 7 grãos (muito bom pra regular o intestino), batata inglesa, batata doce
Minhas opções de PROT: peito de frango em filé, hamburguer zero carbo de peito de frango, clara de ovo
 
Atenção: os pesos abaixo são referentes ao alimento, por exemplo 200g PROT eu quero dizer 200g de frango, salmão ou qualquer uma das opções de proteína acima.
 

Suplementação

Tenha em mente que eu mantenho uma mesma suplementação em todos os níveis. Uso produtos da marca Vitamin Health. Vamos lá:

  • BCAA VITAMIN HEALTH: 5g Antes do AEJ e antes do treino.
  • GLUTAMINA, MULTIVITAMÍNICO e VITAMINA C: 2x por dia. Depois do AEJ e depois do treino.
  • ZMA: 1 cap antes de dormir.
  • WHEY ISOLADO: 2x por dia também. Depois do AEJ e depois do treino. (30 minutos depois faço uma refeição sólida)
  • ÓLEO DE CARTANO: 2 caps na primeira refeição e mais 2 na última refeição.
 

NíVEL 1 ( fácil )

 
Saindo do off eh molezinha. Qq coisa o corpo responde bem. Nem parece dieta. hehe
 
REFEIÇÃO 1: 200g CARB + 200g PROT
REFEIÇÃO 2: 200g PROT
REFEIÇÃO 3: 150g CARB + 150g PROT
REFEIÇÃO 4: 250g CARB + 250g PROT
REFEIÇÃO 5: 200g PROT
 
 
 

NíVEL 2 ( médio )

 
Aqui já fica tenso. Desgasta mais e não pode dar mole. Visualmente eh a pior fase, não está mais com o volume do do off e nem com a definição. Tem que ter paciência e manter o foco. 
 
REFEIÇÃO 1: 150g CARB + 150g PROT
REFEIÇÃO 2: 200g PROT
REFEIÇÃO 3: 100g CARB + 100g PROT
REFEIÇÃO 4: 200g CARB + 200g PROT
REFEIÇÃO 5: 200g PROT
 
 

NíVEL 3 ( difícil )

 
Eh foda. As vezes beira o imsuportável. Mas vc não pode se dar por vencido. Tem que ter muito foco. Qualquer vacilo pode acabar com o preparo. Mas eh nessa fase que o shape fica rasgadão. :-D
 
REFEIÇÃO 1: 100g CARB + 100g PROT
REFEIÇÃO 2: 200g PROT
REFEIÇÃO 3: 100g CARB + 100g PROT
REFEIÇÃO 4: 100g CARB + 100g PROT
REFEIÇÃO 5: 200g PROT
 

Comentários de um estudante de nutrição

Pedi pro meu amigo Kiko Araújo Grego fazer um comentário sobre a importância de se consultar com um nutricionista. Não se deve pegar minha dieta e sair usando. A dieta eh individual. Esse artigo eh apenas uma base. E você deve sempre consultar um nutricionista. Mostre essa dieta pra ele e peça pra ele montar uma parecida pra vc. Juízo heim irmão. :-)

Segue abaixo o texto do Kiko...

"Um dos motivos que impedem o nutricionista de passar dietas pela internet, é o código de ética da profissão. Esse tipo de atitude é antiética e ilegal. Fazer diagnóstico de doenças e recomendar suplementos nutricionais pela internet também é considerado crime. O profissional que faz isso pode e deve ser punido, pois, afinal de contas, o que está em jogo é a saúde de quem irá seguir essas dietas e recomendações. Ou seja, não podemos fazer nada sem avaliarmos de perto o paciente (em consultório ou domicílio).

Calcular um cardápio não é tão simples como parece (não é só usar uma fórmula, como vejo em muitos sites). A dieta só pode ser feita em consultório, pois, são muitos detalhes para avaliar: o nutricionista pesa o paciente e realiza todas as medidas (de altura e de circunferências, como a cintura, o quadril...). Em seguida, faz uma entrevista com ele, a fim de obter e analisar diversas informações, como: o estilo de vida e hábitos alimentares; atividade física praticada; medicamentos em uso; doenças que o paciente possui; doenças na família; preferências, aversões e possíveis alergias a alimentos; idade; objetivos da consulta.... Pela internet não dá para obter todas os dados necessários (Não dá para tirar medidas, por ex.).

A melhor dieta é a que foi feita em consultório, pois, a mesma é formulada respeitando todas as características do paciente. O cardápio individual é mais fácil de ser seguido não só durante o tratamento, mas pela vida toda. Assim, dá para alcançar todos os objetivos de forma correta, sem colocar a saúde em risco. Na verdade, não gosto da palavra DIETA: prefiro REEDUCAÇÃO ALIMENTAR (a dieta pode acabar um dia, mas, reeducação alimentar é uma mudança correta que fazemos na alimentação e que dura a vida inteira).

Enfim: para ter sucesso no alcance dos seus objetivos e ter saúde, a chave é Reeducar a Alimentação para Sempre. Procurar um profissional é a melhor maneira de aprender como se alimentar de forma adequada e segura. Nenhuma dieta é igual, pois, as características são individuais na hora de calcular a mesma: peso, idade, altura, atividade física...Então, não adianta seguir a dieta do colega ou pegar os 1001 tipos de dietas espalhados na net (a maioria delas com baixas Calorias)!!! Isso pode levar ao famoso efeito sanfona (emagrece-engorda...) que ocorre muito com quem segue dietas "milagrosas". Leia mais em: Os riscos de dietas seguidas sem orientação nutricional."

Participe

Indicar Voltar

Comentários

Carregando Comentários...

Adicione seu Comentário


400 caracteres restantes.

Clique no emotion para inserí-lo em seu Comentário. Quantos quiser.